quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Hoje


Na vida, eu tenho duas grandes motivações, que me estimulam a querer ser melhor, que me estilulam a querer aprender mais e que me desafiam diariamente de maneira positiva: meus filhos e meus cães.

Quando tudo está bem com eles, reina a paz dentro de mim.
Em contrapartida, quando há algum problema sério com algum deles, tenho que fazer um esforço supremo para manter-me centrada em minhas atividades cotidianas ou em qualquer coisa simples que eu me proponha a fazer.

Por isso, desde que a Ninnoca teve piometra, me desconcentrei. Saí de órbita. Abri minhas asas e só a queria em meu aconchego. Felizmente, o pós-operatório está evoluindo maravilhosamente bem. Ela está comilona e muito levadinha!

Quem está me tirando de órbita agora é meu filho caçula em decorrência do resultado de seu exame de glicose. Nenhuma mãe da área médica, filha de pai médico, irmã de médico está preparada para receber uma glicose de 130 mg/dl de seu filho de 5 anos. Amanhã, ele repetirá os exames e fará outros tantos.

Até os cães estão apreensivos e calados hoje.