segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Minha Mocinha

Vivi ficou mocinha! Que lindo!!!!!!

Vi a mãe e o pai dela crescerem, me descabelei toda fazendo a Bela comer na gravidez (ela enjôou de TUDO), acompanhei cada dia da gestação vibrante e nos últimos dias media sua temperatura esperando a chegada dos bebês.


Depois que a Vivi e seus irmãos nasceram, sairam do hospital veterinário e foram para o meu quarto, onde moraram durante seus primeiros 50 dias de vida extra-uterina, bem ao lado da minha cama. Durante seus 1o primeiros dias de vida, os colocava para mamar a cada 2 horas, juntamente com os irmãos, Yáza, Jade, Máli e Tom.



Vivi foi crescendo, ficando lindamente levada e atrevida.
Quando me perguntam "Como é a Vivi?" eu a defino assim: "Vivi é puro rock´n´roll"



Ela gosta de brincar. Ela gosta de correr. Ela gosta de pular. Ela gosta de lamber a gente. Ela gosta de morder bolinhas. Ela pensa que é alfa, até seu pai mostrar quem é *O* alfa, ou até eu lembrar a todos quem é *A* alfa. Ela é super amiga da Sally. Ela é a super-protegida da Belinha. Ela e a Ninna são arqui-inimigas mortais.


Mas, Vivi também é docinho de côco bem açucarado. Adora brincar de "deixa eu ser sua sombra?". Adora deitar pertinho dos meus pés enquanto eu faço alguma coisa no computador - aliás, ela está aqui num ronc, ronc danado agora!
Essa menininha é o meu amor... oops! Menininha, não mais.. M-O-C-I-N-H-A!