quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Socializando os Aus

Acho que a grande maioria das pessoas não tem a menor noção do quão importante são os primeiros 3 meses de vida de um cãozinho.

É nessa fase que eles devem ser expostos ao maior número de estímulos - visuais, sonoros, olfativos, táteis - possíveis, devem entrar em contato com pessoas de diferentes idades e etnias, além, é claro, de conviverem com a família "canina", pelos menos até os 60 dias de idade, para introjectar seu sistema hierárquico.

Até os 2 meses de idade, os filhotinhos devem ser massageados, cariciados e um CD com sons diversos (músicas de diferentes ritmos, sons da natureza e até mesmo sons do trânsito) pode ser deixado ligado com o volume baixinho. Os pesquisadores Dr. Joel Dehasse e Dra. Colette Buyser afirmam que filhotes nunca devem ser deixados na escuridão total até a maturação do nervo ótico, sob o risco de tornarem-se cegos.


Nessa primeira fase da vida, os cãezinhos são como "esponjas", absorvem e aprendem tudo sobre o mundo com muita facilidade!

Passado este período, a socialização ainda é possível, mas muito mais difícil e demorada. Os sinais do isolamento social expressam-se através de comportamentos anormais, como, por exemplo, cão que foge/treme na presença de pessoas ou ainda mostra-se agressivo por sentir medo. Deficiência na aprendizagem ou aprendizagem lenta também são sinais de socialização mal trabalhada.

Claro que há contingências que devem ser levadas em conta, não é verdade?
Não dá para passear com um bebezinho na rua e submetê-lo ao risco, desnecessário, de contrair uma doença da qual ainda não está imunizado. Entretanto, não é necessário trancá-lo no quarto quando as visitas chegarem! Umas voltinhas dentro do carro, com o ar condicionado ligado, também, farão muito bem a todos!

Aqui em casa, tão logo se completam os 20 dias da última dose da vacina múltipla, a molecada está toda indo para a rua! Os frenchiezinhos, a princípio, estranham o mundo "lá fora", mas num instante já estão correndo atrás do pedacinho de salsinha!



Este é o Jadan. Ele AMOU seu primeiro passeio de carro!