sábado, 18 de outubro de 2008

Pela Paz

Pela Paz em nosso trabalho.
Pela Paz em nossa família.
Pela Paz entre nossos amigos.
E, mais importante, pela Paz dentro de nós mesmos.

Tenho saudades da minha infância, sinto saudades de um tempo que não vivi, vivo apreensiva nos dias de hoje e tenho medo do que está por vir.
O que está acontecendo com as pessoas?



Poema da Paz
O dia mais belo? Hoje
A coisa mais fácil? Equivocar-se
O obstáculo maior? O medo
O erro maior? Abandonar-se
A raiz de todos os males? O egoísmo
A distração mais bela? O trabalho
A pior derrota? O desalento
Os melhores professores? As crianças
A primeira necessidade? Comunicar-se
O que mais faz feliz? Ser útil aos demais
O mistério maior? A morte
O pior defeito? O mau humor
A coisa mais perigosa? A mentira
O sentimento pior? O rancor
O presente mais belo? O perdão,
O mais imprescindível? O lar
A estrada mais rápida? O caminho correto
A sensação mais grata? A paz interior
O resguardo mais eficaz? O sorriso
O melhor remédio? O otimismo
A maior satisfação? O dever cumprido
A força mais potente do mundo? A fé
As pessoas mais necessárias? Os pais
A coisa mais bela de todas? O amor

(Madre Teresa de Calcutá)

Em luto por Eloá.