sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Novo Protocolo Vacinal

Conversando com meu pai - imunologista da UFMG por mais de 30 anos - levantamos vários questionamentos acerca do protocolo vacinal que é recomendado para os meus filhotes.

Na Imunologia há um princípio básico, que independe da espécie: o leite materno é sagrado.
É através dele que a mãe passa a sua cria(s) os anticorpos que protegerão seu(s) filhote(s) de várias doenças gravíssimas, durante semanas. É, literalmente, uma vacinação natural.

Outro príncipio básico da Imunologia, é que não adianta vacinar um indivíduo quando a presença de anticorpos maternais para determinada doença, está alta. Os anticorpos da mãe competirão com a vacina e a vacina perderá seu efeito.
Por isso, não se deve aplicar a vacina para sarampo, em crianças, antes que elas tenham 9 meses de idade (a não ser em caso de epidemias). Pois, os anticorpos maternais para sarampo duram, nos bebês, uma média de 9 meses.

Aí entra o meu questionamento...
Vocês já devem ter percebido que sou totalmente obscessiva-compulsiva quando o assunto é FRENCHIES. FRENCHIES MAIS FELIZES, FRENCHIES MAIS SAUDÁVEIS, FRENCHIES MAIS BONITOS, TUDO SOBRE FRENCHIES!
Então, se os anticorpos maternais para cinomose, parvovirose e hepatite infecciosa estão presentes até os 90 dias de idade - no caso de mães pré-vacinadas e saudáveis -, não faz o menor sentido iniciar a vacinação aos 45 dias.
Leia sobre isso aqui e aqui.

Não que o protocolo que meus vets recomendam esteja errado. Nunca tive NENHUM caso dessas doenças malignas - o que significa que este protoloco também funciona.
Mas, eu quero o MELHOR.

Então, nos meus estudos, descobri DODDS J.W., com vários artigos publicados sobre o assunto. Quem tem acesso livre aos Periódicos CAPES, pode se esbaldar!

Segundo a Drª Jean Dodds, a 1ª imunização dos filhotes pode começar com 9 semanas de idade! Isso evitará qualquer tipo de interferência maternal na vacina e alta titulação de anticorpos produzidos.

Ela, também, faz outras ponderações, como a ausência total de necessidade de revacinações anuais da vacina múltipla - V8 ou V10 - uma vez que a cinomose e a parvovirose podem induzir a imunização por, no mínimo, 5 anos. Essas vacinas devem ser refeitas com 1 ano de idade e, depois, apenas a titulação sanguínea dos anticorpos do cão deve ser feita. Dessa maneira, é possível avaliar a imunidade do cão.

A vacina anti-rábica nunca deve ser feita antes dos 5 meses de idade, deve ser refeita depois de 12 meses e depois, somente a cada 3 anos.

Bem...
Não vou iniciar a imunização de meus bebês com 9 semanas. UPDATE 29/06/2010: A 1a. dose da vacina múltipla nos meus filhotes é dada com 9-10 semanas.

Nos cães adultos, vou iniciar a titular os anticorpos antes de fazer a imunização, exceto para a vacina de leishmaniose.

Como diz meu pai: "Água é bom, mas o abuso, afoga"!