sábado, 13 de dezembro de 2008

Notícias do Leo + Advertências

Leo volta para casa hoje à tarde.
Ainda não me refiz do susto. Difícil, né? Ver alguém que você ama, à beira da morte, não é uma experiência que se passa incólume.
O vi sedado, entubado, com a língua ligeiramente cianótica. Isso é muito difícil de esquecer.
Mas, Deus é bom e cuida de todos nós - inclusive dos cães (e dos gatos, das plantinhas, dos peixinhos, dos rios...).

Mas, sabem?
Não é porque o Leo teve essa reação anafilática que as pessoas devem deixar de vacinar seus cães conscientemente.
O prisma é justamente OUTRO.
A vacinação consciente deve acontecer COM PROFISSIONAL MÉDICO VETERINÁRIO, nunca por atendentes de lojas de rações ou casas agro-veterinárias que costumam vender vacinas de idoneidade e conservação duvidosas.
O que salvou o Leo ontem foi a disponibilidade de profissionais com medicação e conhecimento para resolver o seu problema. Isso fez toda a diferença entre a sua vida e a sua morte.

Não há como prever ou garantir que um cão (ou qualquer outro ser) terá ou não reação alérgica a alguma vacina. Mas, há como remediar o problema, de maneira segura, com profissional habilitado.