quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Coleira Scalibor

Acreditem, não ganho um tostão furado para falar da Scalibor aqui.
Não ganho nem um toquinho usado da coleira.
Mas, morando em Belo Horizonte, uma região endêmica de leishmaniose, é impossível não falar dela aqui no blog.

A coleira Scalibor possui um piretróide, do tipo deltametrina, que é repelente do mosquito transmissor da leishmaniose (também repele carrapatos e pulgas).

É importante saber que depois que é colocada, o princípio ativo da coleira espalha-se no pelo do cão e por isso, a Scalibor pode levar até 2 semana para fazer efeito máximo. Cães que fazem uso dessa coleira NÃO devem ser banhados com frequência, pois a deltametrina sai do pelo e deixa de proteger o cão!

Aqui em casa todos os cães usam.
Todos são vacinados contra a leishmaniose também.
Além destes cuidados, usamos protector em todas as tomadas. E, só para garantir um pouco mais, qualquer coisa que exale cheiro, é a base de citronela: incenso, essências, produtos domésticos...



Quer saber mais sobre leishmaniose?

- Leia aqui a epidemiologia da doença no Brasil
- Acesse aqui a página para baixar a tese de Dissertação de Mestrado de Márcia Cristina Sonoda, Orientada pelo Prof.Dr. Carlos Eduardo Larsson/USP, sobre Leishmaniose Visceral Canina
- Faça a busca em nosso blog sobre o assunto!