terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

MUCK, terrivelmente desejado


Este é o MUCK em sua casa nova!
Sua mãe o chama de MUCK, O TERRÍVEL.
EU? Prefiro dizer
MUCK, O terrivelmente gostoso - ou
MUCK, O terrivelmente fofinho - ou
MUCK, O terrivelmente apertável - ou
MUCK, O terrivelmente lindo de viver!
Alguém aqui, em sã consciência, já viu alguma avó chamar o neto de "O Terrível"? Nãnãninãnão!

Me delicio diariamente com os e-mails ou ligações da mamãe do Muck, me contando sobre suas peripécias e sobre a maneira arrebatadora que ele conquistou seu coração.
Ela já não quer mais sair de casa, por causa dele. Diz estar de quarentena por opção! E ele, em agradecimento, já se tornou sua sombra, só quer dormir se puder espiá-la de longe (o cercadinho dele não pode ficar no pé da cama, tem que ser ao lado, onde ele possa vê-la bem direitinho) e, pasmem, a protege com "fortes latidos", caso algum estranho (a faxineira) se aproxime!

Esse Muck, está se mostrando uma figurinha e tanto! Sua mummy me conta umas coisas que me deixam muito comovidas. Seria impossível ter escolhido pessoa melhor para ele.


Mamãe do Muck,

Que Deus lhe proteja e lhe abençõe sempre. Não tenho palavras para expressar toda a gratidão que sinto, pelo carinho, pelo amor, pelo zelo, que você tem com o nosso fofuxinho. São pessoas como você, que recarregam as minhas baterias diariamente para que eu continue a investir naquilo que tanto gosto, com tanto prazer.

Um abraço carinhoso, um beijinho de esquimó no Muck, O terrivelmente esperto!

Camilli