sexta-feira, 20 de março de 2009

Querida Jujú

Quem não se lembra da amadíssima Jujú?

O veterinário que a atendeu na emergência, durante uma crise de apnéia, jurou que ela deveria ser eutanasiada. Meu pai jurou que ela não tinha nada e cuidou dela a filet mignon, bananinha, iogurte...

Aí está a pequetita!
Foi doada para uma família onde, só não é mais amada, porque é não é duas!

Jujú querida, você tem uma estrela que brilha muito.
Nós amamos você. Muito.
Saudades!