quinta-feira, 4 de junho de 2009

Série DFA: Ração Alpo



TRADUÇÃO


Classificação: 1 estrela
Data da última revisão: 06/março/2006
Recomendado por: não recomendado


Prós - (nenhum citado)
Contras - Quantidade insuficiente de carne, contém subprodutos, grãos de baixa qualidade, gorduras de origem desconhecida, conservante carcinogênico.




Este alimento recebeu a classificação de "1 estrela" simplesmente porque não existe classificação inferior a esta. (M-E-D-O!)

O principal ingrediente desta ração é o milho (deveriam ser carne!). O milho é um cereal de digestão problemática para cães e acredita-se ser a causa de muitos problemas alérgicos e infecções por levedura. Preferimos não vê-lo sendo utilizado em alimentos para cães.

Farinha de carne e de ossos é um produto à base de carne de baixa qualidade. O farelo de soja é uma fonte de proteína de má qualidade em alimentos para cães, e uma causa comum de alergia em canídeos. Acredita-se ser o número 1 a causar problemas de alergia alimentar em cães (ultrapassando até mesmo trigo).

O próximo ingrediente é constituído de subprodutos. É impossível determinar a qualidade dos subprodutos. Geralmente, quando não se detecta a qualidade destes, são produtos de baixa qualidade, geralmente rejeitados para alimentação huamana ou, então, são as peças que tem tão pouco valor que eles não poderiam ser utilizados como alimento humano ou animal. A definição de subproduto de frango, segundo a AAFCO, é "uma refeição triturada, constituída das partes limpas da carcaça de frangos abatidos, como pescoços, patas, ovos e intestinos subdesenvolvidas, exceto penas, a menos que não excedam os limites que interfiram nas práticas saudáveis."

A gordura animal é mais um ingrediente de baixa qualidade e é impossível determinar a fonte. Ingredientes não identificados são geralmente de baixa qualidade. Se um antioxidante é usado, seu nome(s) deve(m) ser indicado(s), seguido pela expressão "utilizado como conservante".

Este alimento utiliza conservantes químicos (BHA), que acredita-se ser cancerígeno e está proibido de utilizar na alimentação humana.

O próximo ingrediente é constituído de mais ingredientes, de origem avícola (fonte não identificável). A definição de subproduto avícola, segundo a AAFCO, é "uma refeição triturada, constituída das partes limpas da carcaça de aves abatidos, como pescoços, patas, ovos e intestinos subdesenvolvidas, exceto penas, a menos que não excedam os limites que interfiram nas práticas saudáveis."

Subprodutos do arroz são resíduos da indústria. A AAFCO define-os como "resíduos resultantes da fabricação do mosto (porção líquida de cereais maltados) ou cerveja, podendo ser pulverizados em um montante não superior a 3%".



* * * *

Produto disponível no Brasil.

* * * *


Meu comentário: A frase Este alimento recebeu a classificação de "1 estrela" simplesmente porque não existe classificação inferior a esta fala por si só...
Se a Proplan que é ração "top de linha" da Purina recebeu "1 estrela", imagino como deve ser complicado classificar as "não tops"...