segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Os Segredos do Pedigree

Este é o nome do programa que passou no Animal Planet, na última terça-feira, sobre cães.

Com legendas em português, pode ser revisto aqui.
Este é o link para o original, em inglês, sem legendas.





Os Segredos do Pedigree é um programa extremamente polêmico, com o objetivo de retratar o lado negro e omisso das confederações cinófilas, dogshows e criação de cães.

Muito do que é dito em Os Segredos do Pedigree, infelizmente, é verdade. Mas, há uma dose enorme de sensacionalismo em vários outros aspectos também.


Como criadora de cães de raça pura, geneticista e, por que não, formadora de opiniões, acho importante expressar a minha verdade dos fatos e desmistificar um pouco do que é dito ali.


- Todas as raças caninas foram criadas por acasalamentos super cosanguíneos, sem exceções.


- A criação de cães, quando feita de maneira responsável, envolve testes e scans de saúde. O objetivo da criação de cães é produzir cão típicos e saudáveis. Portanto, "criadores" que não respeitam este princípio estão enganando a si mesmos, aos futuros proprietários de seus filhotes e aos órgãos cinófilos.
Será que as doenças genéticas estão aumentando entre aqueles criadores que fazem scans de saúde nos cães que utilizam para reprodução? Duvido.


- O programa passou 2 anos acompanhando criadores de cães e descobriu que seus cães "procriam tanto que acabam morrendo".
Bem, aqui em casa, Mummy teve 2 crias e foi castrada, Nina teve 3 e foi castrada também, Bela será castrada depois de sua 3ª cria, Brigitte teve suas meninas (1ª cria) há quase 2 anos. Meus amigos cinófilos não acasalam suas cadelas depois dos 5 anos de idade...
Acredito que o programa andou visitando puppy mills e não criadores de cães.


- Como dito antes, cada raça canina foi criada e fixada através de acasalamentos cosanguíneos. A cosanguinidade não destrói a raça, como dito em Os Segredos do Pedigree.
Mas, cada acasalamento deve ser minuciosamente estudado e planejado. E, SIM, há indicações específicas - embora muito restritas e pouco utilizadas - para acasalar Pai X Filha ou Mãe X Filho. Obviamente, nestes casos, o scan genético deve ser muito minucioso, o casal deve possuir um pedigree muito "aberto" e deve ser morfologicamente perfeito, caso contrário, as imperfeições serão fixadas nos filhotes.
O abuso da cosanguinidade diminui a imunidade, aumenta a possibilidade de manifestação de doenças genéticas e diminui a fertilidade.
Em nossa sociedade, a endogamia ocorre também. Quem nunca viu a união entre primos? A endogamia é comumente presente nas comunidades Amish, nas comunidades indígenas e pequenos povoados.


- Infelizmente, até onde vai meu conhecimento, as instituições cinófilas, nacionais e internacionais, estão mais preocupadas em registrar filhotes e promover exposições, que preocupar-se em exigir testes e exames de cães aptos a procriar. Não há nenhuma regulamentação a este respeito, portanto, qualquer um que tenha um macho e uma fêmea com pedigree, da mesma raça, pode ser um "criador de cães de raça pura".
O próprio CPR é um atestado de que as instituições cinófilas não se importam muito com a saúde dos cães disponíveis para acasalamento.


- Nas exposições cinófilas, julgar tipicidade, função e saúde deveria ser uma rotina. Talvez, por isso, o Kennel Clube da Suécia tenha desenvolvido um estudo voltado para os cães que merecem "Atenção", "Aumento de Atenção" e "Atenção Urgente". Leia este estudo aqui.


- É importante que todos saibam que apesar de todos os múltiplos esforços que os mais idôneos criadores façam, não é possível garantir que um cão estará livre de qualquer doença de manifestação genética ou degenerativa.
A ciência não garante isso nem mesmo para o ser humano e, nós, criadores de cães, não somos Deus, capazes de criarmos um indivíduo perfeito.


- Se os Estados Unidos da América foram governados por George W. Bush, por que o referido Kennel Club não poderia ter, como presidente, uma besta quadrada? (informação adicionada em 22/06/2010)


- Com muita frequência pessoas me ligam querendo saber "por quanto vendo meus filhotes". Muitas dizem "Nossa.... mas em Fulano encontrei por R$ 1.000,00". E a minha resposta é sempre a mesma: Se você continuar procurando, vai encontrar preços ainda menores.
Este é o público que abastece e enriquece os fabricantes de filhotes, os criadores de fundo de quintal, o bolso dos veterinários e programas como "Os Segredos do Pedigree".

.