sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Novos paradigmas sobre a vacinação III

COMPARANDO PROTOCOLOS


>> O Protocolo Vacinal utilizado em nosso país

Vacina V8 ou V10 (cinomose, parvovirose, hepatite infeccioosa, adenovirose II, parainfluenza, coronavirose, leptospirose)
- Entre 6,5 e 8,5 semanas de vida: 1ª dose da V8 ou V10
- Entre 10,5 e 12, 5 semanas de vida: 2ª dose da V8 ou V10
- Entre 14,5 e 16,5 semanas de vida: 3ª dose da V8 ou V10
(considerando que o intervalo entre cada dose é de 4 semanas)

- Após 1 ano da última dose, reforço.
- Reforço anual.

Antirrábica (raiva ou hidrofobia)
- 1 dose aos 4 meses de idade

- Após 1 ano, reforço.
- Reforço anual.

Tosse dos canis
- injetáveis: à partir de 8 semanas de idade, 2 doses, com 1 mês de intervalo.
- intranasal: à partir de 8 semanas de idade, 1 dose.
Em ambas:
- Após 1 ano, reforço.
- Reforço anual.

Giárdia
- à partir de 8 semanas: 1ª dose
- 30 dias depois: 2ª dose

- Após 1 ano, reforço.
- Reforço anual.


Leishmaniose
- à partir de 4 meses, com exames Elisa e RIFI negativos para a doença: 1ª dose
- 3 semanas após a 1ª dose: 2ª dose
- 3 semanas após a 2ª dose: 3ª dose

- 1 ano após a 1ª dose, reforço.
- Reforço anual.


Leptospirose
- à partir de 6 semanas de idade: 1ª dose
- 3 semanas depois: 2ª dose

- Reforço semestral

OBS: Um veterinário já me sugeriu que eu utilizasse a V8 ou V10 em meus cães semestralmente, pois "era o mesmo preço da vacina contra leptospirose". Detalhe: resido em área urbana e meus cães bebem água tratada. O risco que os aus correm de contrair leptospirose é o mesmo de um raio cair sobre nossa cabeça, no meio da cidade.



>>> O Protocolo Vacinal sugerido pela Drª. Jean Dodds


- 9 a 10 semanas de idade: Vacina contra cinomose + parvovirose (com vírus vivo atenuado/modificado)
- 14 semanas: Vacina contra cinomose + parvovirose (com vírus vivo atenuado/modificado)
- 16 a 18 semanas (opcional): Vacina contra cinomose + parvovirose (com vírus vivo atenuado/modificado) >>>
NESTA FASE OS ANTICORPOS MATERNAIS JÁ ESTÃO EM NÍVEIS MUITO BAIXOS. NÃO HAVERÁ MAIS "COMPETIÇÃO" ENTRE OS ANTICORPOS MATERNOS E A VACINA.

- 20 semanas ou mais, se a lei permitir: Vacina antirrábica. >>>NO BRASIL, NÃO HÁ LEIS A ESTE RESPEITO, MUITO MENOS FISCALIZAÇÃO...

- 1 ano: reforço da
vacina contra cinomose + parvovirose (com vírus vivo atenuado/modificado)

- 1 ano: reforço da vacina antirrábica (vírus morto). Aplicar com 3 a 4 semanas de diferença de outra vacina.

- Após o reforço de 1 ano de idade, o reforço deve ser a cada 3 anos.



>>>
Curiosamente, a vacinação contra hepatite infecciosa não é citada, no protocolo da Drª Jean Dodds, apesar de ser classificada como CORE. Vou pesquisar!

>>>
Como o Brasil é o país nº1 em leishmaniose canina, a vacinação é de extrema importância. Mesmo que não seja considerada CORE, no protocolo da Drª Jean Dodds.


CHANGING VACCINE PROTOCOLS