segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O Corticóide

Corticóide (ou corticosteróide) é o nome de um grupo de hormônios produzidos por uma glândula localizada acima dos rins, a supra-renal, ou, então, por derivados sintéticos destas, produzidos pela indústria farmacêutica.




O corticóide pode, ainda, ser classificado em glicocorticóide e mineralocorticóide.
Mas, é sobre os glicocorticóides que eu quero falar. Eles possuem ação anti-inflamatória potente e imunossupressora. E, possuem efeito bastante interessante nas doenças auto-imunes.

O nome comercial deles pode ser: METICORTEN (prednisona), DECADRON (deflazacort), CELESTONE (dexametasona), BETA-TRINTA (betametasona), FLEBOCORTID (hidrocortisona).

A minha idéia em escrever este post veio pelo seguinte motivo:
POR QUE ALGUNS VETS ADORAM PRESCREVER CORTICÓIDE?


O corticóide atua impedindo a formação de imunocomplexos que desencadeiam a reação inflamatória. Por isso, eles são considerados anti-inflamatórios potentes.
O maior problema é que não são específicos ao impedir a formação de imunocomplexos, portanto, eles também atuam de maneira a predispor o organismo do indívíduo a infecções oportunistas.

Infecções oportunistas frequentes = sarna demodécica, piodermite, infecção por fungos.

O efeito de UM comprimido é tão prolongado que, quando tenho que usar por aqui, em casos extremos, o frenchiezinho fica fora do programa reprodutivo 2 meses após a utilização da medicação e nos 2 meses seguintes, não aplicamos nenhuma vacina também!

Justamente por sua ação imunossupressora, é a medicação utilizada nas doenças auto-imunes.

É uma medicação TARJA PRETA para mim!

Incrivelmente, a utilização dos corticóides tem sido usada de maneira deliberada na medicina veterinária, em cães adultos e filhotes, pelas razões mais variadas possíveis: picada de pernilongo (sem sinal de anafilaxia), coceira, dor, infecções na pele (!), quando não se encontra nenhuma causa aparente para um problema vigente, mas deseja-se eliminar os sintomas (!)...


Preciso deixar claro que não sou contra a utilização dos corticóides!
Sou contra a utilização não criteriosa desta medicação.
Aliás, graças a ele (a Deus e a meu pai), hoje estou aqui, vivinha da silva, escrevendo este post: em 1985, de férias em Florianópolis, tive edema de glote depois de comer muitoooooo catchup. A injeção de corticóide resolveu o problema...


Na medicina humana existe muita cautela com corticóide - pelo menos pelos médicos que assistem minha família.
Dos meus 3 filhos, 2 são alérgicos, como eu. Mas, NUNCA foi prescrito corticóide oral a eles - e o mais velho está com 14 anos. Felizmente, também existe um creme dermatológico com efeitos similares ao do corticóide, que não é corticóide.
Será que não funciona em cães?

Bem, eu perguntei a um vet e ele nem sabia que existia. Eu permaneço com essa dúvida...
Quem sabe você não pergunta para o seu e posta a resposta aqui no blog?

O nome do princípio ativo do medicamento é PIMECROLIMUS. O nome comercial é ELIDEL e já estão comercializando na forma genérica.

:)