domingo, 22 de novembro de 2009

O Blog Responde! Protocolo Vacinal Individual

Olá Camilli,

li em seu blog sobre protocolos vacinais individuais, mas não entendi o que é isso. Você poderia me explicar?

Obrigada pela atenção,

Janice. 

--//--


Olá Janice.

Como disse anteriormente, os cães filhotes recebem pouca quantidade de anticorpos através da placenta - aproximadamente 5% do total.
Isso não acontece com humanos. Conosco, a transposição de anticorpos da mãe para o filho é muito grande. O que significa que mesmo se a mãe humana não amamentar seu filho, ele terá níveis significativos de anticorpos maternos circulantes.
Só a título de curiosidade, em bovinos não há nenhuma transposição de anticorpos através da placenta. Todos os anticorpos que o bezerro recebe vêm através do colostro.

No caso dos animais que recebem pouco ou nenhum anticorpo via-placentária é possível montar um calendário vacinal individual de acordo com muitas variáveis, por exemplo:
- mamou na mãe depois que nasceu?
- vai residir em zona urbana ou rural?
- prédio ou casa?
- frequenta a rua?

Na minha opinião, não cabe ao veterinário decidir um único calendário para todos os cães. Cabe a ele informar ao proprietário de cada pet as escolhas possíveis e, então, seguir a partir daí.

Existem várias vacinas, mas não vejo necessidade em usar todas se o cão não está exposto aos riscos.
Por mais que muitos veterinários neguem este fato, é importante lembrar que vacinas não são desprovidas de efeitos colaterais a curto e longo prazo...