sábado, 9 de janeiro de 2010

Socorro! Meu frenchie come cocô


Você sonha com seu orelhudinho.
Escolhe o canil que lhe parece confiável.
Adquire o seu adorável frenchie e aguarda ansioso o dia da sua chegada.

Quando ele chega, a casa já está toda pronta para ele!
Caminha, brinquedinhos, comidinha, potinhos de comida. O filhote, mesmo acanhado, ensaia brincadeiras e pequenas demonstrações de afeto, com várias lambidinhas em seu rosto.

Então, você resolve deixá-lo à vontade para que ele se alimente e faça suas necessidades.
Mas, aí, o que acontece: ele comeu seu próprio cocô?
"Não, foi só dessa vez, ele está nervoso" - você pensa.
O problema é que o hábito parece estar consolidado. Ele parece adorar este estranho petisco e você fica ansioso e enojado com essa estranha mania.

E agora? O que fazer?
Socorro!

------------------------------------------------------------


Não quer arriscar? Não tenha um frenchie.
Frenchies estão entre os cães que adoram cocô como petisco.
Por que? Ninguém sabe!
Há algumas especulações sobre o assunto, mas nenhuma certeza.

Aliás, "comer cocô" tem outro nome: COPROFAGIA.

Com relação à coprofagia, além da preferência pelas raças, especula-se as seguintes causas:

- carência nutricional (o cão come as própria fezes para "aproveitar" os que há de nutrientes ali contidos);
- carência emocional (o cão brinca com as próprias fezes, como maneira de entreter-se e pode acabar por comê-las);
- distribuição inadequada do espaço dormir-comer-evacuar (cães mantém limpo o local onde comem e dormem)
- punição inadequada dos proprietários durante a educação dos filhotes (será melhor explicado abaixo!)

É importante o proprietário saber que punir o cão porque ele é coprofágico ou porque ele evacua no local errado está errado! O filhote pode associar o erro às fezes e não ao ato de defecar. Isso pode estimular ainda mais a coprofagia.
Na tentativa de satisfazer seu humano de estimação ou com medo da reação dele, o cão come as fezes para escondê-la.

Portanto, ao invés de punir o mal comportamento, é melhor estimular o comportamento certo com muitosssss agrados! Lembrem-se sempre que cães são predispostos a nos agradar... e farão de tudo se perceberem que estamos satisfeitos com sua atitude. :)

Para os comedores de cocô, a solução é não brigar e "catar" o cocô assim que ele for feito. Importante lembrar que cães defecam uns 30 minutos após comer.



Eu já tive uma frenchie coprofágica.
Ela era coprofágica no "estágio máximo", porque não podíamos deixar nem as fraldas do Pedro ao alcance dela - Pedro era recém-nascido aquela época.
Costumávamos receber uma visita cerimoniosa, entretanto, essa visita não fazia cerimônia com os cães, adorava "beijo na boca". Que situação...


Coincidência (ou não?) depois da alimentação natural a coprofagia acabou por aqui e não há relatos nos filhotes que encaminhei que fazem a mesma dieta.
A consistência das fezes de cães que comem ração super premium é bem pastosa, de AN é dura, quase um "giz", bem quebradiço. Talvez não tenha graça comer giz... Urghhh!
Outra possibilidade é a proteína da ração ser de densidade nutricional muito baixa: comer cocô seria uma tentativa de reaproveitamento para suprir as necessidades do corpo.