terça-feira, 30 de março de 2010

O Blog Responde! Eu quero o meu bebê!!!!!

Camilli,

meu "neném canino" nasceu, mas em nossas conversas você diz que ainda não está na hora dele ser escolhido, nem encaminhado. Por que tanta demora? Não vejo a hora de trazê-lo para casa.
A ninhada já fez 2 meses... quando comprei meu cão do criador XXX o filhote veio para minha casa com 45 dias.


Obrigada pela paciência de sempre me responder! 


Ana Lúcia T./RJ



--//--

Querida Ana,

a ansiedade para levar o filhotinho para casa ocorre com todos os humanos de estimação, não é um "benefício" só seu!

Vou enumerar várias razões e você me entenderá facilmente. :)


1) O objetivo da criação de cães!

É preciso lembrar que o objetivo da criação de cães é o melhoramento das raças e não a venda dos filhotes. Portanto, pelo menos aqui em casa, a minha intenção é ficar com 1 ou 2 filhotes de cada ninhada, sempre cuidadosamente planejada.
Estes filhotes continuarão o programa de melhoramento da raça e assim por diante.

A questão é: escolher os filhotes não é uma tarefa fácil!
Aos 30 dias de idade, eles ainda são bastante parecidos. Precisam começar a andar com desenvoltura, precisam subir as orelhinhas e mesmo, assim, quando muito pequenos, só é possível fazer uma avaliação limitada.


Alguns filhotes, podem até mostrar, precocemente, algumas características que o criador quer tentar não inserir/perpetuar em seu programa reprodutivo. Mas, raramente, antes dos 45 dias de idade isso pode ser observado.

Os filhotes que vão continuar dentro do programa reprodutivo devem ter dentição e oclusão adequadas, isso significa que o criador deve esperar a troca de dentes, antes de arriscar dar o selo "show quality" no cão.

Os filhotes que vão continuar dentro do programa reprodutivo devem ter movimentação adequada, afinal, participarão de exposições! Para um cão destinado a companhia, este detalhe é pouco relevante, um frenchie pode não ter uma movimentação perfeita, mas frenchies de exposição devem ser impecáveis.
Só é possível avaliar isso, adequadamente, por volta dos 3 meses de idade.

É importante lembrar que TODOS OS FILHOTES, de cada ninhada, são fruto de um acasalamento extremamente planejado, com estudo cuidadoso dos pedigrees e tipo físico dos pais. Isso viabiliza uma maior qualidade de vida e tipicidade aos filhotes. Além disso, TODOS OS FILHOTES, recebem os mesmos investimentos em saúde, nutrição, socialização e treinamento.
Muitas vezes, o que fará o diferença entre um frenchie de companhia e um frenchie de exposição, será 1 cm de altura da inserção da cauda!


 2) As necessidades emocionais dos filhotes

Quanto mais tempo o filhote passar com a mãe, em um ambiente saudável, mas emocionalmente equilibrado ele tende a ser.
Particularmente, eu prezo muito pelo convívio entre mãe e filhotes até os 3 meses de idade. São intensos os jogos que envolvem dominância entre eles e são muitas as lições que as mães, ensinam. Privar os filhotes desta convivência e deste aprendizado é quase um crime!





3) As questões imunológicas!

A primeira dose da vacina dos filhotes deve ser feita por volta da 9a.-10a. semana de vida, ou seja, 2.5 meses de idade.
Nenhum filhote deve sair de seu ambiente sem estar previamente imunizado.
OBS: A 1a. dose da vacina ainda não é suficiente para proteger o filhote, há necessidade de reforço.



4) O transporte aéreo!

Nenhuma companhia aérea aceita cães com menos de 90 dias de idade, para viajar desacompanhado.


--//--


Viu quantas razões importantes? :)
Não se preocupe, quando seu neném canino chegar ele vai amá-la muito e você ainda terá muito para lhe ensinar.
O Leo chegou a minha casa aos 2 anos de idade, o Tigre chegou com mais de 1 ano, a Bela chegou aos 8 meses, o Akin chegou aos 7 meses. Todos eles são frenchies adoráveis e muito bem adaptados!



"A paciência é amarga, mas seu fruto é doce." 
Jean-Jacques Rousseau