sábado, 29 de maio de 2010

Alimentação do buldogue francês

Ao longo destes anos de criação de frenchies aprendi algumas coisas importantes sobre estes orelhudos:

1 - Eles possuem o intestino mais sensível que outras raças caninas, isso significa que alterações nos padrões alimentares serão mais facilmente sentidas por um frenchie;

2 - Eles tendem a ser pouco tolerantes ao excesso de grãos na dieta. Aliás, o excesso de carboidrato na dieta dos frenchies provoca tal alteração na microbiota intestinal que aumenta excessivamente o quadro de flatulência neles. Não é normal!

3 - Excesso de gordura, tende a gerar indisposições intestinais;


4 - A quantidade de pelo que um frenchie perde diariamente e a beleza do pelo estão diretamente relacionados à dieta. Cães alimentados com ração perdem muito pelo! Frenchies alimentados com ração perdem pelo demais, diariamente;

5 - Fiquem atentos quando forem oferecer meaty bones. Dêem preferência aos molinhos e rombos (pescoço e dorso de frango picadinho) a aqueles longos e mais rígidos. Cães braquicefálicos tem maior dificuldade com ossos maiores e podem engasgar mais facilmente.


É importante lembrar que as todas rações comerciais disponíveis no Brasil, até este momento, não importa se é "ração de combate", "premium" ou "super premium"  são constituídas de, pelo menos, 50% de carboidratos. Isso é muitaaa coisa para um animal que é de natureza carnívora!

Frenchies que são alimentados com ração apresentam excesso de flatulência porque sofrem uma alteração anormal da microbiota intestinal.  Isso é sinal que microorganismos "diferentes" estão proliferando no intestino, mais do que deveriam. Isso não é bom, nem é normal!

As rações premium ou super premium costumam conter um teor maior de gordura e isso acaba por deixar as fezes amolecidas e mal cheirosas. Frenchies são pouco tolerantes ao excesso de gordura - mas, nem por isso, precisam de alimentos desnatados! Por favor...  :)

As rações disponíveis no mercado brasileiro contém, como fonte de proteína, apenas subprodutos de carne. Subprodutos são restos, aparas e resíduos, de qualidade e biodisponibilidade indesejável.
É justamente por essa razão que cães de exposição tem que comer muito mais que a quantidade recomendada pelo fabricante para desenvolverem musculatura exuberante!

Depois de todas as minhas péssimas experiências com as rações super premium disponíveis no mercado (posso passar um dia inteiro contando historinhas de terror), eu super recomendo a alimentação natural para os frenchies.


Quem não conhece nada sobre o assunto, deve começar lendo essa postagem sobre o tema!






Leia mais:

>>> Desvendando os rótulos das rações