quinta-feira, 10 de junho de 2010

O caminho inverso

Já contei a todos vocês os dulcíssimos deleites que experimentei ao mudar a alimentação dos meus cães da ração para a alimentação natural:

- diminuição da queda de pelos;
- diminuição da flatulência;
- ganho significativo de massa muscular;
- redução significativa, praticamente a zero, de problemas dermatológicos (que eram recorrentes);
- hemogramas “decentes”;
- aumento do tempo de lactação das cadelas;
- desaparecimento do quadro “inexplicável” de diarreia em filhotes;
- maior disposição dos cães;
- enorme satisfação dos cães à hora de suas refeições.


Mas, só entende quem faz a “transição”, quem nunca fez não consegue alcançar ou entender a dimensão deste benefício.

Parece exagero? Só para você que alimenta seu cão com ração. Quem alimenta seu cão com comida caseira balanceada, entende o que estou dizendo.

Recentemente, testemunhei o caminho inverso.

A Sol foi amamentada até os 45-50 dias e alimentada desde os 30 com alimentação natural. Iniciamos a transição com carne moída, mas em pouco tempo, ela já estava comendo outras carnes cruas, meaty bones, iogurte natural, ovos, queijos, frutas, verduras, óleos, etc., como sugere a dieta.




Sol em 12/04/2010 (12 semanas de idade)


Com 15 semanas, ela foi para a casa de seus humanos de estimação, que já haviam sido selecionados há mais de 1 ano.  A  Sol seria alimentada com ração. E foi: Proplan Puppy (ração super premium), na quantidade recomendada pelo fabricante.

Vejam o resultado, algumas semanas depois:


Sol em 19/05/2010 (18 semanas)


Agora, observem seus irmãos de ninhada alimentados com comida de verdade, com fotos da mesma época:




Bambam



Pedrita




Bella (com seu irmão pug, Bóris)
Aliás, depois que Bella chegou, Bóris passou a ser alimentado com AN e seu pelo sofrido (problemas dermatológicos) está outro!


Monet (e o papai, Leo)


Não cabe outra frase, senão a antiga, Contra fatos não há argumentos.



Obrigada Cecília, mamãe da Sol, por permitir compartilhar a história da Sol no blog!




Leia mais:


>> Análise de alimentos para cães
>> Minha experiência com alimentação natural
>> Cachorro Verde
>>> Série DFA: Ração Proplan
>>> O Blog Responde! Alimentação X Genética
>>> "Alimentos convencionais versus naturais para cães adultos"
>>> Alimentos convencionais versus naturais para cães adultos (tese pós-graduação em Zootecnia - por Janine França)