sexta-feira, 30 de julho de 2010

Criadores acima da lei

Essa semana, conversei bastante com uma amiga, que cria outra raça de cães de companhia. Ela, também, testa seus cães e faz acasalamentos visando tipicidade, temperamento e saúde da raça que cria.

Para aumentar a variabilidade genética da sua criação, ela decidiu adquirir um novo cão e, é aí, que começa a via-crucis brasileira, que eu, também, amargamente já experimentei.

Seguem relatos da minha amiga:  



1) A maioria dos criadores sentiu-se ofendida (!!!) quando foi questionada sobre os scans de saúde e temperamento dos pais dos filhotes;

2) A maioria dos criadores esbanjava alegremente os títulos de campeões dos pais dos filhotes;

3) Alguns criadores ousaram oferecer um cão para reprodução aos 2 meses de idade, quando nem é possível avaliar se o cão está apto a ser um(a) reprodutor(a) que valha a pena;

4) Houve um criador que disse que só encaminharia um cão para reprodução se ele próprio escolhesse, às cegas da minha amiga, por um valor, digamos.... astronômico! Sem scan de saúde dos pais, obviamente.


Infelizmente, alguns criadores de cães de raça pura, acreditam estar soberanos, inclusive, ao princípio básico da criação de cães, esquecendo que, o que realmente importa, é o melhoramento da raça, visando estrutura, temperamento e saúde (função).


TUDO ERRADO, SENHORES CRIADORES EMPOMBADOS!



Quem decide encaminhar cães para reprodução tem a obrigação absoluta de fornecer todo o histórico familiar de saúde de seus cães, para que o melhoramento da raça possa acontecer.
Além disso, quem permite encaminhar um cão para reprodução e não fez alguns exames específicos, deve, no mínimo, permitir que quem compra faça.
Desnecessário dizer que, o elo entre esses criadores, deve ser afim o suficiente para que as informações acerca do desenvolvimento dos cães e seus descendentes, possam ser sempre trocadas, sempre visando acasalamentos mais promissores e o melhoramento da raça.




Na minha vida de criação de cães, tenho uma pessoa chamada Dorit Fischler - criadora de bulldogs franceses do Canil Belboulecan, conhecido mundialmente. A linha de sangue dos meus cães é basicamente Belboulecan e todas as informações que preciso sempre me foram passadas. Aliás, sempre recebi mais informações do que julgava necessário receber.

Ela é um exemplo a ser seguido de criadora de cães de raça pura.