segunda-feira, 5 de julho de 2010

Dia de feira

Todas as vezes que eu passo com meus filhos em frente a um estabelecimento que está promovendo uma "feirinha de animais", eles logo perguntam: Vamos descer e fotografar para colocar no blog, mãe?

Eles já aprenderam que animais - de qualquer espécie - não devem ser tratados como os legumes da feira, eles aprenderam que animais devem ser encaminhados exclusivamente a quem puder cuidar deles.





O ciclo do abandono animal tem início com a má seleção de proprietários e não importa se o cão foi comprado por R$ 10.000,00 ou se foi adquirido por doação, ele será abandonado, se o novo proprietário não estiver disposto a assumir todos os ônus que acompanham os bônus dessa convivência.

Tenho visto muitas "feirinhas de cães", por todos os lados, feiras de vendas de cães e feiras de doação/adoção de cães. Infelizmente, nunca presenciei seleção de proprietários em qualquer um dos 02 (dois) eventos. O aspecto visual é bastante semelhante, diferenciando apenas o fato de que uma envolve transação financeira e a outra não. Entretanto, a falta a dignidade dos animais é a mesma.

Vender ou doar animais só é digno quando os interesses dos animais são uma prioridade para quem vende ou para quem doa.


Não apoie e nem incentive as feiras de animais. 
Ensine as pessoas a fazerem escolhas conscientes. Isso se chama EDUCAR.





"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”
(Nelson Mandela)