quinta-feira, 15 de julho de 2010

Viajando de carro com seu bulldog francês

Julho é sinônimo de férias escolares e muitas famílias aproveitam para dar um passeio. Se você vai levar seu frenchie, aproveite estas dicas:

- Leve seu buldoguinho dentro do caixa de transporte (fixa ao cinto de segurança do carro) ou no cinto de segurança especial para cães. A utilização destes recursos é uma segurança para seu cão e para você.

Não podemos negar as estatísticas sobre a segurança de nossas estradas e imagine o que pode acontecer com o cão solto dentro do carro, em caso de um impacto. Imagine, também, o que um cão de 10 kg pode fazer conosco caso ele esteja solto dentro do carro. 

Lembre-se que, segundo as leis da física, 10 kg não são apenas 10 kg quando há aceleração envolvida. Além disso, frenchies são sujeitos a lesões medulares, protegê-los de ficar rolando para lá e para cá é importante para não predispô-los a este mal.


@manny_the_frenchie 


- Viaje com ar condicionado ligado. Se o seu carro não tem ar condicionado, viaje durante à noite. Viajar durante o dia, debaixo do sol quente, inevitavelmente, fará seu carro se tornar um forninho ambulante e essa é a condição excelente para um quadro de hipertermia.

- Nunca viaje com o cão no porta-mala, ambiente totalmente abafado e sem ventilação.

- Nunca viaje com o cão na caçamba de pick-ups, mesmo que dentro do crate. Ele estará exposto ao sol e sujeito a hipertermia.

- Jamais, em tempo algum, utilize sedação em seu frenchie. A acepromazina (nome comercial Acepran) pode provocar depressão respiratória severa em nossos buldoguinhos, por isso é uma droga totalmente contra-indicada para cães braquicefálicos.

- Não alimente seu cão antes e durante a viagem e leve o kit emergência para vômitos (jornal, água em garrafa pet, papel toalha). Há cães que viajam tranquilamente, os meus sempre vomitam, mesmo em viagens curtas. 

Boa viagem!