quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Monta natural em bulldogs franceses

Criar frenchies não é para os fracos de coração!

As dificuldades da criação são muitas, incluindo aí, as da reprodução.
Embora algumas pessoas não acreditem, a monta natural não é segura para os bulldogs franceses. Já perdi a conta do número de e-mails desesperados que recebi, porque o frenchie macho desmaiou durante a monta ou desenvolveu um episódio de hipertermia.

Mas, porque isso acontece?
Quem já teve a oportunidade de ver a monta natural entre cães, sabe que não se trata de um ato romântico entre os cães.  Muitas vezes, a fêmea resiste, morde o macho, recebe mordidas e essa luta dura até que consiga ser dominada. A monta natural é uma atividade física que exige muito esforço físico e, obviamente, respiratório.

Esforço respiratório para um cão braquicefálico = risco de hipertermia.

Além das questões respiratórias, a anatomia "quadradinha" dos frenchies não favorece a monta natural. O corpo pesado, troncudo e curto, além  da angulação reduzida na articulação das patas posteriores dificultam ainda mais o encaixe na fêmea e favorecem lesões na articulação no joelho.

Até há criadores que arriscam a monta natural, mas, não é a minha escolha. A inseminação artificial  é super tranquila, não envolve stress, nem da parte do macho, nem da parte da fêmea.

Lembre-se que cães tem instintos sexuais, o que é bem diferente de desejos sexuais.  Para quem não é criador de cães, sugiro a leitura do texto Meu cão nunca cruzou. Devo me preocupar?



A anatomia do bulldog francês não favorece a monta natural