sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O que é um criador responsável?

As discussões sobre este tópicos são polêmicas e existem na maioria dos fóruns cinólilos, entre os próprios criadores, entre os não criadores e entre estes dois grupos de pessoas.

Peggy Adamson, em 1969, dissertando sobre o assunto, disse lin-da-men-te o seguinte:
"Os verdadeiros criadores são o coração e a alma do mundo canino. Eles permanecem orgulhosos e, muitas vezes solitários, resistindo ao comércio, indesviáveis em sua busca pela perfeição e idealistas em seu código de ética."


Que fique claro que a busca pela perfeição não limita-se ao estético. É a busca pelo estético, pelo funcional, pelo saudável e, também, pelo temperamento perfeito.

Que fique claro, também, o código de ética de um verdadeiro criador de cães de raça pura. Estes valores morais que permeiam a criação de cães devem basear-se, pelo menos na minha opinião, em um sólido princípio: o bem estar dos cães.

A partir da preocupação com o bem-estar dos cães, do exercício da ética e da preocupação com a busca pela perfeição, é possível elencar alguns indicativos de um criador responsável:

  •  Um criador responsável não se compromete a ter várias ninhadas  por ano. Buldogues franceses são cães com manejo reprodutivo complexo e socializar os filhotes é um trabalho importante na criação. Importante lembrar que o criador responsável planeja as ninhadas com a intenção de obter filhotes prósperos para sua criação e não para "vender filhotes";
  •  Um criador responsável avalia os acasalamentos e é honesto na intenção de não acasalar animais com doenças que possam prejudicar a saúde da ninhada;
  •  Um criador responsável está sempre disponível aos proprietários dos filhotes que encaminha, para consultas e futuras dúvidas, por toda a vida deste cão;
  • Um criador responsável não vende filhotes em "Pet Shops" ou "feirinhas de animais". Esses filhotes são, tipicamente, produzidos em larga escala. Embora filhotes de "Pet Shop" e "feirinhas" recebam pedigree, deve-se saber que esse documento não implica em garantias de saúde. Filhotes que são "produzidos em larga escala" não recebem a devida atenção quanto a doenças hereditárias, padrões de temperamento e socialização;
  •  Um criador responsável é criterioso na seleção dos lares dos seus filhotes;
  • Um criador responsável não vende seus filhotes através de  Mercado Livre, Facebook, etc., como se estivesse vendendo uma peça de roupa;
  •  Um criador responsável conhece as particularidades da raça (boas e ruins);
  •  Um criador responsável fornece garantias por escrito e exige garantias que seu filhote será bem cuidado, através do contrato celebrado entre as partes;
  • Um criador responsável assume ser vitaliciamente responsável por todos os filhotes de sua criação e compromete-se a receber qualquer cão de volta, a qualquer tempo, para que nenhum seja abandonado a própria sorte;
  •  Um criador responsável promove a proteção do indivíduo, da raça e da sociedade, incentivando e promovendo a castração dos cães destinados à companhia;
  •  Um criador responsável não encaminha filhotes antes dos 3 meses de idade;
  •  Um criador responsável é incondicionalmente honesto com aqueles para quem encaminha seus filhotes.

É árdua a tarefa de encontrar criadores que prezam pelos três pilares: bem-estar dos cães,  exercício da ética e  busca pela perfeição - e apenas 2 (dois) não bastam! Criadores responsáveis são, realmente, poucos - mas existem.


Se você for um criador responsável, de qualquer raça canina, que cumpra todos os quesitos acima elencados, por favor, envie-me um e-mail. Será um prazer conhecer o seu trabalho!




Vale a pena ler estes textos também: