segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Alimentação natural em filhotes - como começar?

O primeiro passo, para quem quer iniciar a alimentação natural em seu filhote canino, é a LEITURA. Não há como fugir desta etapa super importante, afinal, será você o chef de cuisine do seu restaurante!

Portanto, mãos à obra, deguste, demoradamente, cada vírgula do Cachorro Verde ou dos livros disponíveis sobre o tema.





Então, agora você já sabe o que são meaty bones?
Com relação a eles, lembre-se que:
  • cães inexperientes precisam iniciar a dieta com meaty bones molinhos e rombos, como  dorso picadinho e pescoço de frango;
  • cães inexperientes precisam ser ensinados a comer meaty bones, porque a maioria fica muito eufórica e costuma engolir tudo inteiro de uma vez;
  • a maior incidência de engasgos, com meaty bones, ocorre em cães braquicefálicos - portanto não facilite oferecendo peças muito rígidas e longas;
  • uma boa maneira de iniciar com os meaty bones é martelando as peças antes de oferecê-las;
  • uma boa maneira de "ensinar os cães a mastigar" (sim, muitos nem sabem que a comida deve ser mastigada!) é oferecer peças grandes, que os filhotes não conseguirão engolir e deixá-los brincando e se deliciando com a peça por bastante tempo. Um pedaço grande de dorso de frango é uma ótima opção;
  • se o seu filhote tiver menos de 3 meses, não hesite em iniciar com todos os meaty bones muito bem marteladinhos ou liquidificados.  Aos poucos, adapte a dieta aos meaty bones inteiros, sempre começando pelo pescoço de frango ou partes mais molinhas do dorso.

Osso recreacional não é meaty bone! 
Não gosto de vértebras (rabo de boi), nem costelas de boi como ossos recreacionais. Ambos podem provocar acidentes bastante desagradáveis.
Lembre-se de oferecer os ossos recreacionais por um curto período de tempo para evitar as fraturas dentais. Joelhos são excelentes ossos recreacionais!


Você já comprou as carnes?
Antes de oferecer qualquer carne crua para seu cão, lembre-se de congelá-las por 72h. O congelamento é uma medida eficaz na eliminação de vermes.
Carne de boi, peixe e porco farão maravilhas no cardápio do seu cão. Como os meaty bones são, quase sempre de frango, prefiro não oferecer carne de frango, com o objetivo de manter a dieta variada.





E as vísceras?
Vísceras serão utilizadas 02 (duas) vezes na semana: um dia será o dia do fígado e o outro de uma outra víscera qualquer.
Você pode comprar dobradinha, rim, pulmão e qualquer outra parte estranha de suínos, bovinos, caprinos que o açogueiro conseguir lhe vender!
Lembre-se que é para seu cão comer, e não para você. Lembre-se que o paladar dos cães é diferente do nosso.


O que mais é preciso?
Ovos! Substituirão a carne 1X por semana.
Legumes da feira cozidinhos no vapor ou liquidificados ou frutas cruas. Se seu cão recusar sempre, ofereça menos vezes por semana e procure descobrir o que ele mais gosta. Os legumes deixam as fezes menos ressecadas, além de serem fonte de sais mineirais e vitaminas.
Óleo para dar energia.
Iogurte natural (item não obrigatório).
Levedo de cerveja (item não obrigatório).
Alho, 1 lasquinha bemmmm fininha  (item não obrigatório). Se seu cão não aceitar, não tem problema!




Agora, mãos às obra, monte o cardápio do seu cão de acordo com seu peso e necessidades. Vida longa e bon apetit para seu doguito!



Textos recomendadas: