sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Necessidades sexuais dos cães. Isso existe?

Lendo o texto Soltando os Cachorros me peguei rindo sozinha das várias situações que presenciei nos cachorródromos.

Muitas pessoas juram de pé junto que não transferem a sexualidade humana para seus cães, entretanto, se vêem completamente embaraçadas quando seu cão do sexo masculino insiste em fazer monta em outro macho. Ou ainda quando é a fêmea que monta loucamente em todos os cães do parque!

Não raro, recebo e-mails de proprietários de cães machos, relatando que os "rapazes" já começam a apresentar comportamentos fogosos, fazendo monta na perna de membros da família. Segundo seus proprietários, os cães precisam de uma namorada urgente! O que eu fico me perguntando é se esses proprietários pretendem encontrar, pelo menos, 01 (uma) "namorada" por semana para, supostamente, acalmar esse desejo sexual exacerbado.

Para quem acredita que cães sobem nas pernas das pessoas por interesse sexual, sugiro a leitura do texto A ditadura das meninas.

Mas, o fato é que cães não tem necessidades sexuais. Cães tem instintos sexuais, que se manifestam no período reprodutivo, ou seja, quando existe uma fêmea no cio.

Quando a fêmea não está no cio, o instinto sexual está ausente.
Quando o macho não está em contato próximo com fêmeas no cio, o instinto sexual está ausente.

Recentemente, tomei conhecimento de um brinquedinho canino, espetacular para aqueles que humanizam seus cães e acreditam que os mesmos tem necessidades (e não instintos) sexuais:




A partir de agora, vai ser minha indicação para os insistentes que não querem negar o suposto prazer a seus cães. Pelo menos, não contribui com o aumento da população canina, abandono e descontrole de doenças.

Let´s look at the bright side!
O.o