sábado, 29 de janeiro de 2011

A realidade que nos cerca

Com bastante frequência vejo alguns grupos xiítas maldizendo a criação dos cães de raça. Será que ainda não se deram conta de que as pessoas gostam de cães de raça? Isso é um fato indiscutível.

É muito fácil compreender a razão do interesse pelos cães de raça pura e posso enumerar, por exemplo, a previsibilidade de porte e de temperamento. Ainda é importante lembrar que todo cão sem raça definida veio de algum cão de raça, sendo portanto um multirraças. Portanto, não há porque existir nenhum tipo de repulsa contra os cães que possuem linhagem pura!

O problema não está com os cães. O problema está com as pessoas.

São as pessoas que reproduzem os cães sem critérios.
São as pessoas que vendem cães em feiras de filhotes e pet-shops. (ah, cães sem raça definida também são doados em feirinhas!)
São as pessoas que não selecionam lares adequados para os cães residirem. (ah, também não selecionam os lares antes de recolocar um cão sem raça definida!)
São as pessoas que não castram seus cães. (ah, também doam cães sem raça definida sem castrá-los!)

Cães de raça são vítimas de pessoas inescrupulosas, tão quanto os cães sem raça definida.

Criadores de cães de raça pura nunca deixarão de existir porque - sinto dizer isso a quem não quer ouvir - criar cães é um desafio apaixonante, pelo menos para quem é mesmo criador de cães.

Portanto, a solução que vislumbro para minimizar os efeitos do comércio maligno de animais é a EDUCAÇÃO DAS PESSOAS. Porque são as pessoas que sustentam o comércio destes animais.

Não adianta estar alienado(a) realidade que nos cerca. As pessoas gostam de cães de raça e não vão deixar de adquiri-los.


Seja pró campanha anti-criadores de fundo de quintal!
Seja pró campanha contra a venda de cães em feiras de filhotes!
Seja pró campanha contra a venda de cães em pet-shops!