quinta-feira, 19 de maio de 2011

O Blog Responde! Meu cão pegou lepto vacinado.

Minha pintcher quase não sai fora de casa, mal desce do colo. 
Moro em Curitiba e ela estava vacinada, mesmo assim pegou leptospirose (Copenhague, acho que assim que se escreve).
Foi levada ao hospital veterinario e foi operada com urgencia como Piometra, desconfiei do diagnóstico e levei na PUC, onde de cara veio a desconfiança pois o nosso clima é muito chuvoso. Fiquei surpresa com o resultado positivo. Mas o que mais me surprendeu foi em um mes mais 4 cães tiveram. os veterinarios falaram ser comum nos periodos de chuva, e provavelmente a minha não morreu por ter sido vacinada. Tenho mais 8 cães e nenhum ficou doente. Fiz exame de sangue em alguns e deu negativo. 
Agora gostaria de saber quanto tempo depois da doença posso vacinar novamente, e se posso repetir a V 10 cada seis meses. Já perguntei aos veterinarios e ficaram de me ligar depois de pesquisar e não tive resposta. 

Muito obrigada.


Beth

--//--

Olá Beth!

Sinto muito pelo ocorrido com sua pincher. Ter um cão com leptospirose já é difícil. Ter este disgnóstico confundido com piometra... é mais ainda.

As vacinas V8 (importadas) protegem contra: cinomose + parvovirose + hepatite infecciosa canina (adenovírus tipo 1) + adenovírus tipo 2 e parainfluenza + coronavirose + 2 sorovares de leptospirose: Leptospira canicola e Leptospira icterohaemorrhagiae.

As vacinas V10 (importadas) protegem contra: cinomose + parvovirose + hepatite infecciosa canina (adenovírus tipo 1) + adenovírus tipo 2 e parainfluenza + coronavirose + 4 sorovares de leptospirose: Leptospira canicola, Leptospira icterohaemorrhagiae, Leptospira pomona e Leptospira grippotyphosa.

Entretanto, sua pincher foi infectada com o sorovar Leptospira coppenhageni que provoca leptospirose. Isso significa que ela não estava imunizada!

Curioso é saber que existem mais de 200 sorovares infectantes de leptospira e as empresas farmacêuticas continuam fazendo propaganda da vacina contra leptospirose (que possui 4 míseras cepas) como se ela fosse extremamente eficaz!

A melhor maneira de proteger os seus cães da leptospirose é prevenir a aproximação dos ratos! Portanto, durante à noite, elimine tudo que pode atrair esses bichinhos nojentos para sua casa, por exemplo: tigelas de comida, tigelas de água, lixo aberto. Mesmo dentro de casa, adquira o hábito de não deixar alimentos desprotegidos. Sugiro, também, evitar passeios em parques naqueles dias de estiagem de períodos chuvosos.

E, por favor, esqueça por completo a história de vacinar seus cães a cada 6 meses com a V8 ou V10. A menos que você esteja querendo provocar um curto no sistema imunológico deles. Vacina é um medicamento com efeitos colaterais a curto, médio e longo prazo. Procure por VACINOSE ou VACCINOSIS no Google e verá os efeitos do abuso da vacinação.


Abraços,

Camilli