sexta-feira, 10 de junho de 2011

Henri de Toulouse-Lautrec visita BH

Quem leu um pouco da história dos frenchies, sabe que o artista pós-impressionista Henri de Toulouse-Lautrec era um grande fã dos orelhudos.

Há diversas obras suas, mostrando que frenchies eram parte da vida dos cabarés e as damas da noite. Aliás, este era o mundo deles no final do século XIX!


Touc, Sentado na Mesa  (Henri de Toulouse-Lautrec, 1879-1881)


Madame Palmyre com seu cão  (Henri de Toulouse-Lautrec, 1897)
Bouboule, o bulldog francês de Madame Palmyre foi imortalizado por Toulouse-Lautrec.
Fonte: Palimpsest


Le Marchand de Marrons (O vendedor de Castanhas - Henri de Toulouse-Lautrec, 1897)
A obra mais popular do artista no mundo frenchie!


Agora, vocês gostariam de saber uma novidade incrível? 
Na exposição "Olhar e Ser Visto" que está sendo promovida pela Casa FIAT de Cultura em BH encontrei uma obra de Toulouse-Lautrec! Foi muito bacana ver o seu traçado firme e repetido, desta vez de pertinho, retratando a noite parisiense.

Se você também curte este tipo de programa, não deixe de visistar a Casa FIAT neste fim de semana.
Também está acontecendo a exposição Tarsila e o Brasil dos Modernistas e é possível apreciar obras de uma variedade enorme de artistas como a própria Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Guignard, Brecheret, Portinari, Picasso, o próprio Toulouse-Lautrec e muitos outros.


Tenha um excelente fim de semana!