segunda-feira, 27 de junho de 2011

Passeio no Ibira

Essa eu ainda não tinha contado, mas no sábado - um dia antes do Aniversário do Cachorro Verde - rolou um encontro bacana com a trupe das blogueiras cachorreiras no Parque Ibirapuera:


Que delícia de encontro! Que companhias maravilhosas!
Que delícia de lugar, pessoal!
Aqui em Belo Horizonte não temos lugar parecido.
Tudo bem que não sou muito fã de levar meus cães para passear em parques (o assédio da galera querendo arranjar namoro me chateia bastante), mas adorei o astral do Ibirapuera! Famílias passeando com seus filhos, pessoas se exercitando e os dogs seguramente soltos, porque o parque é todo cercado.

Os galguinhos da Érika - Caro e Mandrake - correram loucamente.
O Fritz barbudo da Dani, já hiper familiarizado com o lugar, divertiu-se até.
A Winnie - dog budista da Cássia - observava a todos, calmamente deitada sobre uma mochila. Atividade física de-fi-ni-ti-va-men-te não é com ela!
Até a Priscila, que nunca havia soltado a sua mamuta, resolveu liberá-la da guia.

A  maior constatação é que goldens retrievers a gente acha na baciada! Em todo canto tinha vários!
Me alertaram que também encontraria frenchies "na baciada". Mas, só vi 02 (dois).

Estes dois frenchies estavam na coleira, deitadinhos no chão e CLARO que fui afofá-los! Acompanhem o episódio do afofamento:

Eu, depois de correr igualzinho a noviça rebelde na direção dos orelhudos: - Que lindooooooooo o seu casalzinho de frenchies! Qual é o nome deles? (enquanto isso eu já apertadava o "casal")
O sr., proprietário dos orelhudos: - Não é casal, são dois machos.
Eu, já pensando que era só questão de tempo para que um deles fosse doado: - Ah...
O sr., curioso: - Você não é aquela criadora de Belo Horizonte? (FUI RECONHECIDA! MOMENTO CELEBRIDADE!)
Eu, me sentindo a "tal": - Sou sim...
O sr., furioso: - Eles são dois machos e convivem muito bem, VIU? São filhos de campeão também, VIU?  E nós NUNCA vamos castrá-los, VIU?  Inclusive, esse aqui já até arranjou uma namoradinha ali para cruzar. Falta arrumar para esse outro.
(momento silêncio de perplexidade)
Eu, falsa como uma nota de 3 reais: - Fou um prazer enormeeeeeeeee conhecer o senhor e seus buldoguinhos!



Não é impressionante o comportamento humano?
A figura lê este blog, deve conhecer as muitasssss questões que envolvem a reprodução de cães de companhia e ainda assim prefere se eximir de suas responsabilidades aos reproduzir seus cães.

Interessante foi ouvir de um psicólogo que quanto mais bem resolvido sexualmente um homem, menores são seus preconceitos com relação às questões relativas à sexualidade - seja simplesmente conversar sobre sexo, seja castrar seu animal de estimação, seja conviver com alguém de orientação homossexual/bissexual/pansexual.

Sem mais! :)


Para conhecer os blogs deliciosos da trupe blogueira:



Para ler sobre os efeitos de uma inocente ninhada de seu cãozinho:



Eu continuo me perguntando onde estão os criadores destes frenchies que não se importam que seus descendentes acasalem com o cão do parque...


Aproveite para ler: