quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Lágrimas que fazem chorar


Comecei há 1 mês e pouco alimentação natural para o meu bulldog francês.
Sinceramente, tenho que confessar, custei a introduzir esta alimentação por medo e etcs. Depois de muitos estudos e incentivo de uma amiga que começou também com sua cachorrinha, aderi. É aquela coisa, ainda me pergunto porque não comecei antes (kkk(.....Sempre assim né?! Mas antes tarde do que nunca.
Porém, estou com um probleminha, qdo meu cão comia ração (Hills), suas lágrimas conseguiram ser controladas, ficando clarinho em volta dos olhos.
Agora com alimentação natural suas lágrimas estão começando a escurecer e me chatear.
Queria saber se você sabe como solucionar este probleminha?! Tipo..algum alimento (legume e etcs) que eu introduzindo em sua alimentação ajude!!!


É sempre assim MESMO.
A desculpa mais comum para quem não alimenta seus cães com dieta caseira crua é falta de tempo. Entretanto, depois que a gente testemunha os resultados, encontra tempo de sobra para fazer o ranguinho deles, não é?

Com relação às manchas provocadas pela lágrima ácida já observei que este é um fator estritamente individual e genético. Alguns cães são brancos como neve, outros apresentam manchas sempre ou à qualquer variação da dieta.



citei em um post a utilização de um produto importado que resolve o problema das manchas. Entretanto, o custo é alto e em sua formulação existe a presença de um antibiótico - de uso questionável a longo prazo. 

A Norminha começou a crescer e ficou com manchas de lágrimas que ME incomodam. Entretanto, essas manchas não incomodavam a ELA. Pensando no bem-estar DELA, considerei improcedente me incomodar com essas questões puramente estéticas. Afinal, ela é um cachorro - que só quer comer, dormir, passear e ganhar carinho, né?

Se as manchas estiverem te incomodando muito, sugiro que você isole o pelo com Hipoglós ou vaselina. Vai te dar trabalho... mas vai impedir que a lágrima entre em contato com o mesmo e provoque a alteração de sua cor.

:)


Observação: não deixem de ler este SUPER comentário da Dra. Sylvia Angélico.