quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O Blog Responde! Dúvidas na prevenção de leishmaniose canina

Tenho a seguintes duvidas.
Meu cão foi vacinado com a vacina contra leishmaniose, agora faz um ano e vou repetir a dose.
Ele tem que usar a coleira tambem? Ou a vacina já garante a proteção?
Posso cortar a colera em duas e depois de seis meses usar o outro pedaço? Ou quando aberta perde o poder?

A vacina contra leishmaniose visceral canina deve ser feita anualmente. Diferentemente, das vacinas que protegem contra agentes virais (raiva, cinomose, parvovirose) - que conferem imunidade bastante prolongada - a vacina contra leishmaniose visceral canina protege contra um protozoário (leishmania), não tanto imunogênico.

O grau de imunogenicidade de uma vacina contra protozoários é diferente entre diferentes indivíduos. Alguns respondem muito bem, outros nem tanto. Por isso, é essencial que outros métodos preventivos contra a leishmaniose visceral canina sejam utilizados. Vários estudiosos do assunto conferiram à coleira o método mais eficaz de proteção contra esta doença. Portanto, se você reside em região endêmica, nunca-jamais-never deixe de usá-la em seu cão!

Se seu cão for pequetito, você pode comprar uma coleira grande e dividí-la em 02 (dois) pedaços. Guarde a parte que você não for usar na embalagem metálica da própria coleira e lacre a embalagem com a sua própria vida! Não economize no Durex.
Depois de 6 meses, re-abra a embalagem, pegue linha e agulha e faça uso de todas as habilidades que você aprendeu com a vovó.

Fácil, né?
:)