terça-feira, 29 de setembro de 2015

Você tem um cão alérgico?


Então, antes de qualquer coisa, dê mais atenção à saúde intestinal dele!

As células que compõem as paredes dos intestinos são bastante vulneráveis ao estresse alimentar, causado por uma alimentação inadequada, e ao estresse emocional.

Células intestinais saudáveis impedem que um alimento que não foi totalmente digerido "vaze" através da parede intestinal, para o espaço onde o sistema imunológico encontra-se com o objetivo de proteger contra qualquer coisa que não deveria estar lá, como vírus e bactérias. Se o sistema imunológico percebe proteínas e alimentos parcialmente digeridos, ele organiza um ataque para se livrar desses corpos estranhos que são ameaças à saúde. Este ataque leva a uma resposta inflamatória que gera ainda mais estresse em seu sistema, resultando em maiores danos à parede intestinal.

Então, perceba que quanto mais permeável estiver a parede intestinal, mais permeável ela se tornará. É um ciclo vicioso que começa com um pequeno vazamento podendo se tornar uma grave fonte de inflamação que REVERBERÁ SINTOMAS EM TODO O CORPO.

Na maioria das vezes a inflamação intestinal ocorre a níveis microscópicos e não pode ser detectada por nenhum exame, portanto esteja atento a esses sintomas em seu cão:
- Gases em excesso e mal-cheirosos
- Diarreias frequentes
- Giardíases frequentes
- Queda acentuada de pelo
- Infecções de repetição na pele e mucosas (dermatites, otites, intertrigo)
- Baixa disposição
- Ansiedade
- Alergias e outras condições autoimunes

Tratar uma alergia apenas com corticoides é como dar remédio para aliviar a coceira do cão sem remover suas pulgas!

Procure a ajuda de um médico-veterinário especialista em nutrição.




siga-nos: