sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Meu frenchie tem hemivértebras! E agora?

Nós encorajamos todos os donos de buldogues franceses a ter uma radiografia da coluna de seu cão por 02 (dois) motivos:

  1. Saber que seu frenchie possui anomalias na coluna encoraja o dono a ser mais rigoroso na prevenção da lesão medular;
  2. Apresentar a radiografia ao veterinário, no caso de uma lesão medular, impedirá que esse profissional, inadvertidamente, radiografe um cão que deve ser pouco manipulado.

Representação esquemáticas de 02 (duas) hemivértebras.


Em frenchies, o tipo de alteração vertebral mais comum, encontrado pela radiografia, é a hemivértebra - uma deformação da vértebra, decorrente de sua má-formação. 

A maioria dos buldogues franceses possui hemivértebras e o médico-veterinário da Orthopedic Foundation for Animals (OFFA), Dr. George Keller, afirma que as hemivértebras na região toráxica da coluna dos frenchies são as mais frequentes, sendo que:


  • 81% dos buldogues franceses apresentam até 05 (cinco) hemivértebras,
  • a maior parte das hemivértebras está entre T5 e T9,
  • em 76% dos casos, até 03 (três) são contíguas,
  • buldogues franceses com 06 (seis) ou mais hemivértebras e aqueles sem hemivértebras representam 19% da população de frenchies (são minoria).

Portanto, não se assuste se o veterinário do seu cão disser que seu frenchie tem vértebras deformadas. Na maioria das vezes, isso não tem significado clínico algum para os buldogues franceses, é apenas um achado radiológico.

Entretanto, é justamente por terem uma frequência tão alta de alterações, que medidas de prevenção contra lesões medulares devem ser estabelecidas desde sempre.

Para saber como evitar uma lesão medular em seu cão e como proceder caso seu cão apresente sintomas, leia a série Lesão Medular.

No Facebook, encontre nossos textos através da tag #LesãoMedularEmFrenchies



Receba os posts por email:

Delivered by FeedBurner

siga-nos: