quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Invertendo os papéis

Imagine que você foi encontrada sozinha, na floresta, por uma matilha de lobos.

A alcateia está encantada com esse ser que anda “sobre duas patas”! Quer acolhê-lo e amá-lo.
Todos os lobos te lambem, compulsivamente, principalmente no rosto, como forma de demonstrar o amor deles. E eles esperam que você retribua o gesto! Afinal, lamberem-se entre si é a forma dos canídeos demonstrarem afeto. Mas você não gosta de lamber ninguém, você gosta de abraçar (como os primatas fazem) – entretanto, isso causa repulsa aos lobos.

O lobo-alfa te acomoda em uma toca bem pequena (onde você mal cabe agachada) e bem escura – é esse lugar que você chamará de casa e compartilhará com outros lobos. Os machos da alcateia urinam próximo à sua toca e deixam um cheiro bem forte, afinal eles precisam proteger você dos lobos errantes que vagam pela floresta. “Fiquem longe desta área porque ela é protegida por nós!”. E você precisa morar neste lugar, fedendo a xixi de lobo, sem reclamar.

Logo você é recrutado para cuidar dos lobinhos recém-nascidos! Eles precisam ser camuflados na floresta e escondidos dos prováveis predadores. Lobinhos são muito indefesos! A loba-mãe exige que você coma as fezes dos filhotes, afinal fezes são rastros! E você precisa comer as fezes dos filhotes, uma vez que também é membro da família lupina e é isso que esperam que você faça.

Os lobos jovens gostam muito de brincar entre eles e sempre convidam você para participar das brincadeiras. Mas, estranhamente, eles usam a boca para brincar! Mordem-se nas patas, na barriga, na face e fazem o mesmo com você. Você tenta dar cambalhotas e subir nas árvores, mas eles não gostam quando você brinca assim.

Resumo da sua vida: você come cocô diariamente, lambe outros lobos como forma de demonstrar afeto, divide uma toca escura e apertada com outros lobos, deita no chão de barriga para cima, morde outros lobinhos e é mordido durante as brincadeiras.

Toda a alcateia tem certeza absoluta da sua felicidade, afinal eles fazem tudo o que podem para demonstrar amor a você. O que eles não sabem é que esse é um amor que te desrespeita, porque não estão permitindo que você aja e se expresse de acordo com a sua condição humana, eles esperam que você aja como um lobo.

Eles não sabem que são necessários milhões de anos para promover uma adaptação saudável que aproxime o comportamento de espécies tão diferentes. Eles acreditam que a forma de amor que vivenciam é universal e suficiente para que você sinta-se amado em toda a plenitude.

Os lobos precisam entender que a forma que eles conhecem de amar não contempla a felicidade das outras espécies animais.






Receba os posts por email:

Delivered by FeedBurner

siga-nos: