segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Como prevenir hipertermia em buldogues franceses?

Quantas vezes você já ouviu falar em casos de frenchies que morreram "de repente", jovens, sem sinais de problemas prévios, com morte atribuída a "ataque do coração"? Na maioria das vezes, a morte ocorreu quando o cão estava agitado e/ou ofegante e/ou estressado e/ou sendo exercitado combinados com um ambiente quente. Inquestionavelmente, o coração parou de bater, mas será que essa é a causa da morte?

A condição, comum em cães braquicefálicos, que explica essas mortes é a hipertermia.

Hipertermia, também chamada de intermação, é uma forma de dissipação inadequada de calor, ocorrendo a partir da exposição do animal a temperaturas ambientais superiores às que ele pode suportar -  o que ocasiona o aumento da carga de calor a uma taxa mais rápida do que o corpo é capaz de dissipar. Com a elevação da temperatura corporal, aumentam a taxa metabólica e a produção de calor. Além disso, a respiração ofegante, a sudorese, ou ambos, levam à desidratação e ao colapso circulatório, de modo que fica mais difícil a transferência de calor para a pele, em um círculo vicioso que leva à morte. Isso é muito comum em buldogues franceses.

A obstrução da passagem de ar aos pulmões, geralmente causada por narinas estenóticas e/ou palato mole alongado associados à prática de atividades físicas e ao clima quente predispõem, ainda mais, um buldogue francês a sofrer hipertermia.

Como saber se meu frenchie está iniciando um episódio de hipertermia?

Observa a sua respiração: se ele está ofegante demais, pare imediatamente o que está fazendo e lhe ofereça água e sombra. Tirar o cão do calor é muito importante. Se não for possível tirá-lo do sol, molhe-o imediatamente para abaixar a temperatura do seu corpo.


Meu buldogue francês está tendo uma crise de hipertermia. O que fazer?

Resfrie-o imediatamente com água e só tire-o de debaixo da torneira (ou da mangueira) depois que a respiração dele voltar ao normal. Sim, provavelmente ele não vai gostar disso e vai querer fugir - mas a outra opção (não molhá-lo) é fatal.

Não espere chegar ao veterinário para resfriá-lo, pode não dar tempo!


Como evitar que meu frenchie tenha uma crise de hipertermia?

  • Conheça-o bem! Quando sabemos os limites dos nossos frenchies, podemos nos antever a problemas; Não o leve para passear quando o sol estiver muito quente; 
  • Durante o passeio, se perceber que seu frenchie está ofegante, pare-o, leve-o para a sombra e ofereça água. Só permita que ele volte a se exercitar quando a respiração dele voltar ao normal;
  • Quando for passear, sempre leve uma garrafa de água para ele beber.


→ Leia nossos outros posts sobre hipertermia:  http://www.seubuldoguefrances.com.br/search/label/hipertermia


Molhar o cão é a primeira atitude que o tutor de um cão com hipertermia deve ter.
Fonte: Instagram



Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/