terça-feira, 15 de novembro de 2016

O Blog Responde: dieta para os frenchies.

Olá! Me chamo Raiane. Tenho um frenchie e gostaria de saber sobre a alimentação que tenho dado ao meu pequeno. Ofereço ração, mas li algumas coisas que você falou a respeito e fiquei muito intrigada, pois temo pela saúde do meu bebê.
Ficarei muito grata pela ajuda.


Créditos da imagem desconhecidos. Por favor, avise-nos se souber.



Oi, Raiane!

Seus questionamentos são muito frequentes em todas as nossas mídias sociais! Por isso, vou contar um pouquinho sobre a história da alimentação natural por aqui.

Quando criávamos frenchies (há bastante tempo), tínhamos um médico veterinário que nos visitava, religiosamente, todos os meses para avaliar os cães. Embora nossos cães fossem saudáveis e bonitos, otite por malassezia e diarreias inexplicáveis sempre aconteciam por aqui. Isso nos chateava muito, afinal, procurávamos oferecer aquilo que acreditávamos ser melhor para os cães, em todos os aspectos possíveis, inclusive alimentação - nessa época, oferecíamos ração superpremium (Premier, Royal Canin, Hills, Eukanuba, Cibau são exemplos de rações que já usamos - não percebi diferenças significativas entre elas).

Um dia, fomos apresentados ao blog do Cachorro Verde - que não é nada parecido com o completíssimo site que eles apresentam hoje! A jornalista, editora desse blog, era estudante de medicina veterinária e levantava questões intrigantes sobre os modelos propostos de alimentação para pets e mostrava que, em outros lugares do mundo, alguns veterinários incentivavam os tutores a alimentarem seus pets com "comida de verdade" balanceada.

A princípio, achamos a ideia estranha, mas resolvemos testar.... e as (boas) surpresas começaram a aparecer:

1) A disposição dos nossos frenchies, para comer, mudou como mágica! Quando nós os alimentávamos com ração, precisávamos criar estratégias para que eles comessem, misturávamos ração com outros alimentos, víamos nossos cães jejuar por períodos prolongados... e nada de entusiasmo com a comida. Mas, assim que instituímos a alimentação natural (AN), eles passaram a estar sempre dispostos a comer!

2) Nossos frenchies eram apresentados em exposições cinófilas e mantê-los em boa forma física era uma constante preocupação. Quando não comiam, emagreciam a olhos vistos e isso impactava negativamente nos dog shows. Porém... com a implementação da AN, os músculos começaram a "saltar" notavelmente! 

3) Você se lembra que falamos sobre os quadros de diarreia inexplicáveis e das otites por malassezia? Sumiram também depois da implementação da AN. Aliás, as despesas relacionadas a doenças foram praticamente extintas depois que mudamos a dieta.

Nós ainda poderíamos citar que a queda de pelos diminuiu, que os terríveis puns sumiram e deram lugar a "puns decentes" (rs) e menos frequentes. 

Também passamos a desmamar os filhotes com AN e notamos melhor desenvolvimento, menor incidência de diarreias e de outros problemas de saúde.

Bem... chegamos à óbvia conclusão que as rações industrializadas não são essa Coca-cola toda, não é mesmo? Por isso, há mais de 08 (oito) anos, alimentamos nossos frenchies exclusivamente com alimentação natural.    

Isso vai totalmente ao encontro das recomendações de todos os profissionais das áreas médicas: menos alimentos industrializados e mais alimentos não processados são a base da saúde. Infelizmente, alguns médicos veterinários ainda dizem o contrário... mas isso só atesta o grau de competência profissional deles!




Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/