quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Como fazer o treinamento do seu cão funcionar para sempre?

Dezessete anos atrás, contratei um adestrador para "educar" a Chérie, uma pastora alemã da casa. Ela derrubava meus filhos, me arrastava nos passeios, avançava em estranhos... um horror! 

O adestrador, usando punições, enforcador e outras formas de intimidação, fez um trabalho "maravilhoso". Com ele, ela não puxava a guia, não avançava nas pessoas, sentava, deitava, rolava, fingia de morta. COM ELE. Porque comigo, continuava a mesma!

Por que estou contando isso?

Para mostrar que quem mais precisa de treinamento na educação dos nossos cães, SOMOS NÓS! Somos nós que precisamos aprender a nos comunicar com eles, para que possamos ensinar-lhes o que fazer, o que não fazer e para comprender o que "dizem". (leia os posts sobre sinais de calma para entender um pouco sobre isso)

Diferentemente da Chérie, consigo me comunicar com o #BentoLindo de uma forma eficaz, porque a Emmanuelle Moraes ME orienta muito bem no aprendizado dessa língua estrangeira que os cães falam! Obviamente, o Bento seria treinado de forma mais assertiva se os treinos fossem feitos por ela própria, mas de que adiantaria isso se é COMIGO que ele convive? Sou eu que ele precisa escutar e sou eu que preciso escutá-lo! Não é mesmo? 😉 Então, vamos caminhando juntos, nós dois, nesse mundo do aprendizado - mais acertando que errando!

Educação dos filhos (caninos e humanos) não é assunto que a gente pode terceirizar e acreditar que vai dar certo! (porque terceirização de educação nunca funciona!) Eduque-se para educar seu cão. Treine-se para treinar seu cão! ❤ 🐶 😊 


Passeio na natureza com meu parceirão super educado!




Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/