terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Meu cachorro está fora do controle!

(Texto da excelente comportamentalista animal, Fúlvia Andrade)

Créditos da imagem desconhecidos. Por favor, avise-nos se souber.


Quando alguém diz que seu cão é descontrolado, normalmente está preocupado com os seguintes aspectos: cão agressivo com outros cães, cão possessivo e/ou cão que tem uma energia inesgotável.

Todas essas questões precisam ser solucionadas e, para isso, é preciso que o tutor entenda o que desencadeia esses problemas. Em geral, tudo passa pela falta de exercícios (físico, mental, emocional) e/ou por falhas na educação preventiva.

Vamos a alguns exemplos:

* Exercícios físicos é para todos

Vejo alguns cães cheios de energia. Os cães precisam gastá-la do jeito certo e uma boa caminhada, de 30 minutos a 1h (ou mais, dependendo do cão) resolveria, se não totalmente, ao menos boa parte dos problemas.

Cães preguiçosos também precisam ser exercitados!

Mesmo os cães mais preguiçosos podem desenvolver problemas comportamentais se não tiverem suas necessidades supridas. Um exemplo comum é aquele cão que é super comportado dentro de casa, mas na rua fica doidão; ou aquele quietinho que se agita diante de visitantes. Essas situações podem ser reflexo da falta de exercício.

Meus whippets, normalmente, são preguiçosos: se eu permitir, eles dormirão o dia todo. Entretanto, se não forem exercitados, podem "enlouquecer" de uma hora para a outra! Se não passearmos, treinarmos e brincarmos, eles acumularão energia e e a gastarão de uma forma totalmente inapropriada.

Quanto de exercício?

Normalmente, devido à vida corrida de hoje, não se tem tanto tempo para passear com os cães. Muitos saem todos os dias mas, será suficiente? sair para fazer as necessidades na rua não conta como exercício, ok?!

Cães foram feitos para andar. Claro, eles se adaptam ao nosso estilo de vida, mas eles precisam mesmo caminhar, correr. Se estudarmos cada raça existente, concluiremos que cada uma delas foi desenvolvida para uma atividade específica: pastoreio, busca, matar animais daninhos, guarda, caça etc.

E os cães pequenos? Os pequenos também precisam andar. Algumas vezes os pequeninos precisam de mais exercício que os grandões (um ótimo exemplo é o Jack Russell Terrier).

Como exercitar um cão?

Você pode correr com ele, andar de bicicleta com ele (mas lembre-se de usar o equipamento correto, vendido em pet shops virtuais), de patins. Se houver parques onde você mora, que permitam a entrada de cães, e haja um lugar seguro para soltá-os, é uma boa pedida, desde que ele atenda a comandos básicos e não seja agressivo com outros cães e pessoas. Se você não tiver tempo, contratar um dog walker também ajuda. As creches caninas são outra boa opção.


* Exercício mental: trabalhar para comer

Se o seu cão é ansioso – estressado, entediado ou obsessivo – dê-lhe algo para fazer. Em muitos casos os problemas simplesmente desaparecem com a adição de desafios mentais na rotina dos cães.

Usando a comida para dar trabalho ao cão:

A pior coisa que se pode fazer é deixar a comida à disposição do cão. Em vez disso, use-a como recompensa por bons comportamentos durante o dia; use-a para recompensar nas sessões de treino; use-a para praticar o auto-controle, o foco, comandos básicos… Para isso, divida a porção diária em várias porções e vá oferecendo como recompensa.

Use também nos passeios, para recompensar o bom comportamento dele: olhar para você quando outro cão se aproximar, sentar antes de atravessar a rua, andar sem puxar a guia…

Você também pode oferecer o restante dela em um brinquedo dispensador de comida, tanto comprado como feito por você (garrafa pet com buracos; escondidos em nós de tecidos; escondidos pelos cantos da casa etc). 

→ Brinquedos dispensadores de comida

Como disse, podem ser comprados ou feitos em casa. Dos comprados eu gosto muito do Kong. Quando alimentamos um cão com esses brinquedos, em vez de oferecer a comida facilmente no potinho, criamos a oportunidade do cão trabalhar para ganhar seu alimento! Ele precisa pensar para resolver este problema. Isso ajuda a gastar energia do cão e, ao mesmo tempo, recompensa pelo seu trabalho.

Na verdade, todas as refeições dos cães deveriam ser oferecidas assim: em troca de um trabalho.

Por que meu cão não tem interesse em comida? Porque ele está sem fome. Isso é comum em cães que têm comida à disposição o dia todo. Se ele tiver horários certos para comer, terá fome e adorará receber a comida como prêmio.

Outros desafios mentais 

Visite lugares diferentes, passeie em novos ambientes, faça aulas com seu cão. Às vezes o desafio mais simples, como expor seu cão a novos cheiros, sons e objetos, já faz toda a diferença.

* Brincadeiras

Uma forma divertida de gastar energia dos cães é através de brincadeiras, especialmente o cabo-de-guerra, que eles adoram. Ter um brinquedo especial para isso é ótimo também durante os passeios, para fazer com que ele preste atenção em você, mesmo que esteja acontecendo algo que o assuste ou que o excite (como presença de outros cães, por exemplo).


* Prevenção

Ela é subestimada pela maioria das pessoas. Pode ser uma meia-volta quando você vir outro cão se aproximando, quando você sabe que seu cão é reativo; levar petiscos maravilhosos durante o passeio para prevenir comportamentos indesejados; não deixá-lo na frente de casa sozinho para prevenir latidos; deixá-lo em uma caixa de transporte ou em um cercado quando for ficar sozinho em casa (mas não deixá-lo muito tempo na caixa de transporte!!!) para evitar xixi em local errado ou destruição.

Meus cães são comportados a maior parte do tempo porque eu consigo evitar que eles falhem.


* Meu cão vai melhorar?

Se você fizer uso da prevenção, de estímulos mentais, de passeios e de brincadeiras, diariamente e na quantidade necessária para o seu cão, ele melhorará sim. 

Bons treinos!


Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/