terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Sinais de calma em cães - parte II

Sinais de calma ou sinais de apaziguamento são comportamentos utilizados pelos cães, sobretudo, para prevenir que algo aconteça, para reduzir o nervosismo, o medo ou os acontecimentos indesejados. 

Os cães utilizam esses sinais para acalmarem a si próprios quando estressados ou inseguros, para transmitir calma e fazer com que os outros cães envolvidos sintam-se mais seguros e percebam as boas intenções de quem o emite. São utilizados para fazer amizade com outros cães e com as pessoas.

Outros canídeos também fazem uso dos sinais de calma. Segundo Turid Rugaas, é mais fácil perceber esses sinais em lobos, por exemplo, do que em cães. Em ambiente selvagem não há espaço para dúvidas e a comunicação precisa ser mais óbvia. 

São quase 30 (trinta) sinais conhecidos (citamos quatro na postagem anterior) e compreendê-los nos oferece uma possibilidade de melhorar a relação do cão com os humanos e a relação do cão com seus pares. São eles:

1) Sentar-se
Sentar-se quando alguém se aproxima é um sinal de calma. Nossos cães podem utilizá-lo quando se sentem inseguros diante da presença de outro cão ou quando, por exemplo, se lhes gritamos para chamá-los.

2) Deitar-se
Deitar-se com a barriga para cima demonstra submissão, segundo Turid Rugaas.
Deitar-se com a barriga para baixo (colada no chão) é um sinal de calma de grande força que é normalmente utilizado pelos cães muito seguros de si.

O cão pode fazer isso quando a brincadeira ficou excessivamente brusca, quando cansou de brincar ou quando percebe que outros cães têm medo dele.

3) Bocejo
O cão pode bocejar quando se sente inseguro, receoso, estressado, preocupado ou quando quer que o outro se acalme um pouco.

Cães também percebem quando seus tutores bocejam e não entendem isso como sinal de sono! Entendem como sinal de calma!



4) Interpor-se
Interpor-se fisicamente entre dois cães ou entre pessoas que estão muito próximas tem o objetivo de apaziguar e evitar conflitos.

O cão pode comportar-se dessa forma quando o tutor carrega uma criança no colo, quando o tutor está demasiadamente próximo a outra pessoa. Quando outros cães demonstram sinais de estarem desconfortáveis e pouco amigáveis um com o outro.

Particularmente, uso muito esse sinal de calma na interação do Bento com outros cães. Quando percebo que a interação está se excedendo, me interponho fisicamente entre os cães. Recentemente, um shitzu avançou no Bento, enquanto estávamos na pracinha. Me interpus entre eles e o shitzu recuou a segunda investida de ataque.


→ IMPORTANTE: lembre-se que a linguagem corporal do cão deve ser analisada dentro de um contexto!




"Poder comunicar com os cães, que realmente te entendam, é uma sensação maravilhosa, tanto para nós como para eles. Os sinais de calma são a chave e permitiram-se realizar aquele sonho de infãncia de poder falar com os animais." (Turid Rugaas)




Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/