quinta-feira, 9 de março de 2017

Sedar buldogues franceses?

Texto de Dorit Fischler, médica veterinária canadense e criadora de buldogues franceses há mais de 20 anos, do canil Belboulecan.


Como médica veterinária muito experiente em buldogues franceses, gostaria de aconselhar todos os meus amigos que possuem um cão braquicefálico e, mais especificamente, um buldogue francês: não permita que nenhum veterinário sede seu cachorro!!! Ou ele é entubado ou nada.

Recentemente, escutei que 02 (dois) buldogues franceses morreram sedados (e não entubados). Um deles saudável, com 5 anos de idade - o vet achou que seria uma boa ideia sedar para remover pontos cirúrgicos!!!

O segundo cão morreu no pós-operatório, após ter sido enviado para casa (grogue) sob efeitos de doses excessivas de Gabapentina e Tramadol .... o cão estava sedado, suas vias respiratórias colapsaram, ele ficou sem ventilação adequada e morreu.

Buldogues franceses são cães que possuem dificuldades respiratórias naturais. Em situações normais, caso sintam-se desconfortáveis, porque estão deitados de lado ou de barriga para baixo por um longo período, eles naturalmente movem o corpo, mudam de posição, levantam a cabeça, endireitam suas vias aéreas e respiram. Sob sedação, o cão não consegue fazer isso e, muitas vezes, nem sequer consegue manter o pescoço esticado, o que compromete o fluxo de ar. Nesse caso, o pulmão para de funcionar, se encharca de sangue e o cão morre de forma trágica.

E, agora, meu próximo conselho: usar esteroides para doença do disco intervertebral é uma prática ultrapassada, especialmente quando a dose beira aquela usada para imunossupressão. Anti-inflamatórios não esteroides e protetores gástricos são a medicação correta para tratar lesões medulares.

Nossos saudoso e querido Leo veio do canil Belboulecan.


Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner
https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/