quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Meu cão só quer dizer "oi"!

Meu caro, cujo cão "só quer dizer oi",

Por favor, pergunte primeiro. Apenas um simples "meu cão pode dizer oi?". Isso é tudo que eu peço. Nada atrapalha mais o passeio com meu cão, na rua, que outro tutor que permite que seu cão marche direto até o meu. Por quê? Você pode estar pensando. Meu cão é super amigável!!! Ele só quer dizer oi!!!

Suspiro.

Aqui está: há muitas pessoas que ficarão felizes por deixarem seu cão dizer oi. E quando você perguntar, "​​meu cão pode dizer oi?", essas pessoas vão sorrir e brilhantemente dizer: "Claro!"

Mas eu não. Por favor, por favor, dê-nos a oportunidade de dizer "não".

Não quero que o meu cão se encontre com o seu. Não é nada pessoal! Mas quando eu estou caminhando, gostaria de ser deixada sozinha.

Há uma série de motivos para isso, mas a verdadeira razão é que não importam quais sejam as minhas razões, perguntar se seu cão pode "dizer oi" faz parte da boa educação.

Por um longo tempo, assumi que você simplesmente não tinha ideia e quando lhe disse "Oi, por favor, não permita que seu cão invada o espaço do meu, estamos em treinamento", imaginei que você diria:"Oh, claro! Sinto muito. Volte aqui, Fido. Deixe a moça e seu cão sozinho. No futuro, perguntarei antes de me aproximar."

Há tantas coisas erradas com o fato de não pedir autorização prévia, caro leitor! Estou esperando que você esteja interessado em entender o porquê.

Créditos da imagem desconhecidos. por favor, avise-nos se souber.



Boas cercas fazem bons vizinhos

Se você vir seu vizinho chegando, com carro novo na garagem, você não deixaria seu filho entrar no carro, só porque ele quer, certo? Você não entraria na sala de um novo funcionário do trabalho e começaria a gritar sobre o quão bom é conhecê-lo, certo? Você não se aproxima impulsivamente de mulhres grávidas e acaricia-lhes a barriga, certo?

Respeito ao espaço alheio é senso comum - os limites tornam as pessoas e as relações mais confortáveis, independentemente da situação. É por isso que temos leis. É por isso que todos odeiam os vendedores porta-a-porta, os operadores de telemarketing e aquele cara que incomoda no trânsito - essas pessoas não têm respeito pelos limites.

É o mesmo nos passeios dos cães.

O cão e o seu tutor têm uma "zona confortável" em seu entorno - respeite este limite e não entre sem permissão.


Me ajude a proteger meu cão

Outro limite que você não deve cruzar: você não poderia, no meio de uma classe de obediência, permitir que o seu cão vá cheirar a bunda do próximo cachorro, enquanto seu dono está tentando ensiná-lo a "ficar", certo?

Claro que não. Mas é isso que eu estou fazendo quando passeio meu cachorro - estamos trabalhando disciplina e comunicação. Estou tentando ensinar bons modos ao meu cão, o respeito pelas fronteiras e o controle de impulsos.

Quando estamos passeando, na coleira, peço ao meu cão que relaxe e asseguro-lhe sua segurança. Mas, quando você deixa seu cachorro correr até meu cachorro, você está arruinando a dinâmica. Para evitar que meu cão receba sinais mistos, eu teria que pular entre seu cão e meu cachorro - e você pensaria que isso é super estranho, não é?


Meu cão não é brinquedo

Da mesma forma, que você vem em linha reta até o meu cão para acariciá-lo, ele pode entender você como uma ameaça. Além disso, você gostaria que estranhos esfregassem seu rosto? Ah, você não faria isso com estranhos, certo?

Só porque um cão é pequeno e adorável, porque parece um bichinho de pelúcia, não significa que ele tenha a personalidade ou a falta de personalidade de um bicho de pelúcia!

E isso vale em dobro para as crianças. Para muitos cães, as crianças parecem pequenos bêbados, que não andam bem. Algumas tem comportamentos "raivosos", falam muito alto e costumam carregar guloseimas. Quando você deixa o seu filho acariciá-lo sem ser convidado, você está implorando para ter problemas.


Você não se preocupa em proteger o SEU cão?

Algumas pessoas pensam que todos os cães "perigosos" possuem tutores que reconhecem que seu cachorro é um perigo e, mais: ainda pensam que o tutor irá comunicar esse perigo em um período razoável de tempo. Considero isso um grande e desnecessário risco.

Essas pessoas argumentam que em 99,9% dos encontros entre seu cachorro e cachorros desconhecidos na rua terminaram bem - e estou feliz por elas. Mas, conheço histórias terrivelmente trágicas de como cães desconhecidos podem ser agressivos nesses encontros "casuais"...

Deixar o seu cão se aproximar de outros cães sem pedir primeiro, sem nem sequer dar aos outros tutores a chance de evitar o encontro, é uma oportunidade de colocar seu cão em uma situação potencialmente perigosa.

Créditos da imagem desconhecidos. por favor, avise-nos se souber.


T.M.L.T.P.L (texto muito longo, tive preguiça de ler)

Resumo:

  • Respeite o espaço alheio.
  • Respeite o fato de outras pessoas estarem treinando seus cães e não quererem ser interrompidas.
  • Respeite o cão - ele podem não gostar que invadam seu espaço.
  • Abordagens não convidadas são perigosas para o seu cão de qualquer maneira.




→ Texto inspirado e adaptado de Dear Person Whose Dogs "Just Wants To Say Hi"